Celebra-se a 20 de fevereiro, a festa litúrgica dos santos Pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta Marto. Por todo o mundo, a devoção aos novos santos aumenta e, são já muitas as paróquias e movimentos que assinalam esta data com várias celebrações litúrgicas.

Assim sucede, por exemplo, no Santuário de Fátima, em Valenzuela city, nas Filipinas, que este ano preparou um programa de três dias em honra dos Santos Francisco e Jacinta, que inclui a veneração das relíquias e outros atos devocionais.

No santuário de Fátima, em Portugal, o programa inclui a Vigília, no dia 19, com Rosário, procissão de velas e veneração dos Santos nos seus túmulos. A festa prossegue no dia 20 com o Rosário, na Capelinha das Aparições seguido da procissão com os ícones dos Santos Francisco e Jacinta até à Basílica da Santíssima Trindade, onde decorrerá a Eucaristia. Da parte da tarde, realiza-se um encontro de catequese com as crianças na Basílica da Santíssima Trindade.

No Brasil, pela primeira vez, será também comemorado o feriado municipal do `Dia dos Pastorinhos Francisco e Jacinta Marto´, em Juranda, município da Diocese de Campo Mourão, no Paraná, terra natal de Lucas, a criança do milagre que abriu caminho à canonização das duas crianças.

Nota histórica:

Francisco Marto nasceu em Aljustrel, Fátima, no dia 11 de Junho de 1908, e sua irmã Jacinta Marto nasceu na mesma localidade, no dia 11 de Março de 1910. Na sua humilde família aprenderam a conhecer e louvar a Deus e a Virgem Maria. Em 1916 viram três vezes um Anjo e em 1917 seis vezes a Santíssima Virgem que os exortavam a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. Ambos quiseram imediatamente responder com todas as suas forças a estas exortações. Inflamados cada vez mais no amor a Deus e às almas, tinham uma só aspiração: rezar e sofrer de acordo com os pedidos do Anjo e da Virgem Maria. Francisco faleceu no dia 4 de Abril de 1919 e Jacinta no dia 20 de Fevereiro de 1920. O papa S. João Paulo II deslocou-se a Fátima no dia 13 de Maio de 2000 para os beatificar. O papa Francisco deslocou-se a Fátima no dia 13 de Maio de 2017, no centenário das aparições e canonizou as duas primeiras crianças não mártires.